Blog Genérico


MENSAGEM DE BOAS FESTAS !!!

FELIZ ANO NOVOOOOO   A TODOS OS GENÉRICOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!

Confiram a mensagem musical da Banda   KALI  , no link abaixo:

 
 
 
>

 

 



Escrito por Mariô às 23h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Swinga comigo!

Swing bão!

Para celebrar meu novo visual, já é a terceira vez que falam da minha semelhança com ele, resolvi assumir, mas cá entre nós, queria um pouco deste talento também...rs

01 Haitian Fight S...

Mr. Charles Mingus



Escrito por Douglas Doug às 13h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Conversa Ribeira

Conversa Ribeira

Música:ANDRÉA DOS GUIMARÃES
Letra: ROGERIO SANTOS

A melodia ecoa
trina o pássaro
tem cheiro de café
e bolo de fubá

Menino vem prá cá
é hora de banhar
arruma esse terreiro
que a noite vai chegar

O sino badalou
é hora de respeito
pensar na mãe do amor
no rumo desse vento

Na luz desse suor
que inunda o meu leito
mistura o sal do amor
com força de tormento

O cheiro no quintal
na chuva que bateu
na terra que molhou
o dia amanheceu

Menino vem prá cá
é hora de acordar
arruma tua cama
arranja esse bambá

O sino badalou
há missa na capela
rezar pro meu amor
voltar com alimento

Partiu na lua nova
no rumo desse vento
a lágrima derrama
na terra, o meu lamento

O cheiro no quintal
que hoje anda vazio
carrega o bem-me-quer
é pó no sal do amor

Clipe: Jiddu Saldanha - Projeto Cinema Possível
Piano e Arranjo: Andréa dos Guimarães
Voz: Rogério Santos
Áudio gravado ao vivo no auditório Canto do Brasil em junho/07



Escrito por rogerio às 13h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NATAL APROXIMANDO-SE

É, natal está chegando... Faltam 4 dias...

Confesso que não estou muito animada com esta data, há muito ela perdeu o significado e se tornou uma data para as pessoas colocarem o máximo de seu lado consumista de fora. De que adianta a pessoa vir com presentinhos, desejos de felicidade quando sequer lembra-se que esta data comemora nascimento, renovação. E outra, passar o ano inteiro sendo um estúpido e em dezembro se comportar não adianta, não compra Papai Noel.

Com muitas coisas que aconteceram, que vi, vivi, chorei, sorri, espernei, gritei e tudo mais parei para repensar. Tenho buscado, dentro de mim, ser uma pessoa melhor e procuro uma forma de apoiar, com algum dos meus dons em artesanato, as boas causas e que me cativam. Ainda não encontrei e não amadureci por completo a idéia. Animais são meu ponto fraco, me solidarizo com eles, algo que ultrapassa o meu pouco entendimento de mim mesma.

Quem também quiser conhecer alguns destes trabalhos que tem me tocado deixo duas dicas:

www.adoteumgatinho.com.br

www.bichonoparque.com.br

Ambos são trabalhos com gatos carentes, abandonados. Duas visões diferentes, porém o mesmo objetivo: o bem-estar felino. Há várias formas de ajudar este pessoal e uma delas é visitar a lojinha virtual, que ambos mantêm, independentes, em seus sites. Tem bastante coisa bacana, útil e o melhor de tudo: se seremos consumistas pq não usar um "defeito" em prol de uma boa causa?

 

P.S. Na loja da Bicho no Parque eu comprei calendários de mesa maravilhosos, que fizeram sucesso entre os presenteados e o melhor de tudo: não saí de casa nem para pagá-los!

 

BOM NATAL A TODOS !!!!



Escrito por LI às 22h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Rádio Matraca

Luís Couto na Rádio Matraca

Agradecimentos ao Laert Sarrumor e a todos os linguarudos pelos elogios (ui!) e por terem tocado a "Balada do Caos Aéreo" na Rádio Matraca (Rádio USP FM) no programa deste último sábado (15/12).

O programa com as raridades raras e as novidades novas do Língua de Trapo já está disponível no arquivo da rádio, em três blocos, para ser ouvido a qualquer momento, em Windows Media ou Real Áudio.

Clique aqui para ouvir.

Luís Couto é genérico e tá numa correria lascada.



Escrito por Lcouto às 16h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




contagem progressiva  (para o desNatal)

 

 

 

a expectativa está sempre no futuro

neste mundo de minha gente

essa estrada invisível me angustia

então vou andar de trás pra frente

 

de diante em hoje eu determino

que tudo será diferente

já me vejo lá trabalhando

neste ócio permanente

 

separei logo no início

já prevendo meu casamento

até mesmo comi o bolo

enquanto comprava o fermento

 

vaidosa, sorrio feliz para o espelho

em nada me afeta a face vincada

não me iludo, o passado vem a galope

com ele, minha juventude despreocupada

 

das nuvens macias do paraíso

enxergo o vale de lágrimas, o precipício.

− Pedrão, voltei; cônscia e cheia de juízo!

− Tia Clara, nem vem...já pra baixo, sua estrupício!

 

se o futuro a Deus pertence

abandone a contagem regressiva

cultive a esperança do agora

pois o amanhã não manda missiva

 

 

Gente, tentei nas rimas, mas ficou meio pobrinho... rs

Não chego aos pés dos nossos queridos poetas, mas deixo aqui esta mensagem de final de ano ou início de outro (é tudo variação do mesmo tema), com muito amor e carinho aos meus queridos amigos.

 

beijos

 

 

Tia Clara

genérica e atemporal

 



Escrito por Clara às 14h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Natal Judaico ?

           

 Os judeus não comemoram o Natal (o nascimento de Jesus, Joshua em hebraico, que naturalmente nasceu judeu e o foi até sua morte). É óbvio que o nascimento de Jesus existiu, mas esta data não tem o mesmo significado para os judeus. São os católicos, anglicanos e protestantes que celebram tal acontecimento em 25 de dezembro, enquanto os ortodoxos o fazem no dia 6 de janeiro.  

 

Os primeiros discípulos de Jesus, em mundo greco-romano, ou seja, os seus seguidores, na cidade de Antioquia, na Ásia Menor, não sabendo exatamente a data do nascimento de Jesus, pela primeira vez escolheram o 25 de dezembro. A noite de 24 de dezembro foi aceita pelos católicos objetivando “batizar” uma festa pagã, a do solstício do inverno (hemisfério Norte), quando se comemorava o “Sol Invicto” (já que consideram a Jesus como o Sol da Humanidade), pois, de acordo com o calendário da época, era a noite mais longa do ano, quando o sol parecia sumir. No dia seguinte, porém os dias recomeçavam a crescer até o solstício de verão (24 de junho: a noite de São João, outra festa pagã batizada pela igreja católica). Atenção: no hemisfério sul, onde nos encontramos, a situação é invertida. Nos evangelhos e nos escritos dos cristãos dos primeiros séculos, não há nenhuma indicação de data para o Natal, mas sim para a Páscoa, ou seja, a Ressurreição de Jesus.

 

Os Judeus comemoram, muito próximo a essa data, a festa "Hanucá", para recordar a vitória dos Macabeus contra os Selêucidas que dominavam a Judéia e pretendiam "helenizá-la" (168 AC). Nessa ocasião, foi restaurado o Templo de Jerusalém que havia sido profanado. Essa festa é chamada, também, "festa das luzes" pelo costume de acender uma vela a cada dia, durante 8 dias, porque se conta que, depois de batalhas, foi encontrada no templo uma pequena lâmpada acesa, cujo azeite durou 8 dias até que se fizesse outro, novo, para que a luz permanecesse sempre brilhante no santuário. Isto é simbólico da fé que permaneceu acesa no povo, apesar da influência helênica. O acendimento desta vela no candelabro, dia por dia, coincide com o dia 25 de dezembro do mês de Kislev, correspondente ao mês de dezembro do calendário cristão.

 

Assim sendo, nos seus aspectos externos, temos costumes parecidos, nesta época (lembremo-nos das árvores de Natal, da iluminação das ruas...). Mas a motivação é diferente, para cada um dos grupos religiosos.

 

Uma coisa é certa: se, de fato, o nascimento de Jesus ocorreu em dezembro, terá sido muito próximo à festa de Hanucá, que ele, nascido do povo judeu, deve ter comemorado durante sua vida. Ambas as festas nos recomendam fidelidade e fé.

 

JoaquimRoberto

 

Artigo elaborado com base em informações de  Leon Szkalarowsky e Leon Mayer, judeus, e Padre Hortal (PUC) e Irmã Alda (SION), cristãos católicos.



Escrito por Joaquim Roberto às 00h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Shhhhhhhhh!

Cantando no banheiro

ng2.mp3

1-) Cantar no banheiro é terapêutico!

2-) Malefícios do tabagismo

3-) Tia Clara, quem disse que eu não iria participar....rs



Escrito por Douglas Doug às 07h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TV Genérica

Numtôintendendu!

Lembram dele? Pois é, o FaFa voltou, agora entrevistado pelo Lindomar, o âncora mais louco da internet, o motivo da demora na postagem foi a dificuldade para encontrar partes inteiras de fácil entendimento, sinceramente não consegui entender o conteúdo e olha que eles estavam sóbrios...rs. Assistam vocês e tirem suas próprias conclusões, sem esquecer que no próximo ano a TV Genérica vai produzir os vídeos mais assistidos da internet...hahaha.



Escrito por Douglas Doug às 04h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Novas vagas

Novas vagas para comentarista

Kate Goldsmith pega pela lente de Fujiru Nakombi

Esta é a sua oportunidade! Você mesmo, de Campinas, de Bento Gonçalves, Los Angeles, Curitiba, Maranhão, Flórida, Portugal, Cubatão, Espanha, Ilhéus. Venham participar do Blog Genérico, oportunidade única de participar de encontros e conhecer os comentaristas mais loucos da internet, sorteios de rabo-de-galos todas as semanas, possibilidade de ingressar no staff da TV Genérica ou da Rádio Genérica, mapas astrais com a Tia Clara, consultas di grátis com o professor JR, poemas do Kastrowisk e do Rogério Santos, consultas musicais com a pianista Mariô Rebouças.

Se depois de todas essas mordomias você ainda tem alguma dúvida envie um e-mail para o Blog Genérico, faça como a Kate(garota da foto), venha para o Blog Genérico também!

E atenção:

Se você é webmaster, designer, engenheiro de som, stripper (ambos os sexos), escritor, barman, cartunista e quer colaborar com o blog Genérico, não perca essa oportunidade, inscrições abertas até 31/01/2008. Mude a sua sorte e pertença ao staff genérico.

 

 



Escrito por Douglas Doug às 12h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Esta é uma parceria minha com o Guca

Sua Ausência ( letra - Guca Domênico ;   música - Mariô )

Sim...
é melhor assim
sem você
sinto tanto ter
de doer

acontece, aconteceu
não te achei
quando em mim
amanheceu
o que guardei, perdi
não há mais você e eu

Foi...
sem querer que
não mais te quis
é melhor assim
tem de ser

terminou
sem ter um fim
não procurei
foi o amor que
se perdeu
quando vi
não mais te vi
sua ausência apareceu
Sua Ausência.mp3


Escrito por Mariô às 21h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mais uma Crônica Paulistana

 

" Bamos que Daire, ó pá "

Arrependimento
ROGERIO SANTOS

Chorei uma Guarapiranga por você
Já fui até Marsilac prá te ver
Pensei em fazer rapel na Sumaré
Quem sabe me vias no SPTV

Eu sei que tem muita gente por aí
São quase uns vinte milhões (ou por aí)
Mas eu sou sentimental, fazer o quê ?
Não fecho meu quebra-cabeças sem você

Não sei bem ao certo porque me abandonou
Meu peito tem hoje mais túneis que o metrô
São Paulo é uma esquina e a gente vai se ver
Não fecho meu quebra-cabeças sem você

Bixiga foi onde tudo começou
Você garçonete lá no bar do PT
Eu ia tomar saideira na calçada
Até te cantar prum café no meu chatô

Do beijo pro amor foi uma questão de tempo
Do amor pro ciúme não sei porque razão
Eu nunca fui homem de bater em mulher
Só nuns militantes do PSDB

Cheguei até Pedra Branca e fui a pé
Olhar lá do alto se via algum porque
Lembrei da minha Cantareira de paixão
Na boca de urna do FHC

O ciclo fechou como uma obturação
Até os "companheiro" são tudo "pelegão"
Eu vou te encontrar numa dessas batucadas
Contar que hoje em dia até eu tô no "centrão"

Comprei um par de sapatos, e dos bons
Comprei duas taças e um moet chandon
É tudo prá ti, meu amor, meu coração
Saudade em doze parcelas no cartão

Dou casa, comida, calor e um mensalão...

 



Escrito por rogerio às 00h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PAULO PAULADA

 

 

Bem (vocês me perguntarão), o que tem a ver a imagem acima com o Paulo Paulada?

 

Ocorre que o Paulo Paulada mais conhecido do Brasil era um dos personagens da TV COLOSSO. E quem não se lembra da TV Colosso, programa que alegrava as manhãs da Globo, entre 1993 e 1996?  Priscila, J.R., Capachão, Paulo Paulada, Jaca Paladium, os filhotes, as pulgas, o cozinheiro e tantos outros personagens, criados por Luiz Ferré e Beto Dorneles, do grupo Cem Modos, que faziam rir crianças de todas as idades com seu humor amalucado, recheado de deliciosas referências ao mundo adulto!

 

Mas essa imagem e toda essa apresentação foram só para chamar a atenção de vocês para este texto, talvez tão amalucado como o próprio Paulada da TV Colosso.

Vamos lá:

 

Em que pese a prematura e brusca limoctônia (ou teria sido um autocídio virtual?... quem sabe real?...) do companheiro PAULO PAULADA, continuei a visitar o seu (dele) Blog e até deixar recados. Fui inclusive o primeiro e o último a lá registrar um comentário. De vez em quando voltava para ver se o Paulada dava 'as caras', mesmo que de olho roxo, por lá. Nada! Passaram-se meses e nada!

 

Hoje, após ler a homenagem postada pelo Kastrowisky aí abaixo, tentei voltar mais uma vez ao 'http://paulopauladashow.zip.net/', porém a resposta do UOL foi: 'A página que você procura não existe nos servidores do UOL'.

 

Pedi então uma pesquisa (busca) junto ao UOL sobre o título PAULO PAULADA SHOW. Retornaram duas respostas. As duas indicando o endereço eletrônico do seu Blog.

A primeira transcrevia parte de um texto postado por ele.

Já a segunda é muito mais interessante e razão deste post: descreve o(a) titular do Blog pesquisado, fornecendo o endereço correto, e nestes exatos termos:  "BRASIL, Nordeste, MACEIO, FAROL, Mulher, de 15 a 19 anos, English, Música, Viagens, livros, filmes, fotografia...".

 

Uau! Teria uma nossa comentarista razão quando, há algum tempo, cogitou da possibilidade do PAULO ser PAULA ?

 

JoaquimRoberto



Escrito por Joaquim Roberto às 23h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

 SURUQUECA  da Tia CLARA

CLARA começa com  C”,  como  Carícia, Canção, Constelação, Celeste, Crisântemo...  centenas...


CLARA : Condoído com concomitante “carma” comum, construí  (com contundente colaboração*)  criativo carme,  começando constantemente com “C”.

             

Compare conosco, carmas coincidentes !

Contudo, contente, convenci-me concluí-lo comprazentemente;  coisa convenientemente concebida, contando com compreensão.

Considerando caloroso carinho, contentar-me-ia conheceres caprichosa crônica.  

Confira:

 

Chovia,  CLARA !

Chovia copiosamente !

Caminhávamos contíguos, calados,

contritos, condição comum...

Como clandestinos, corações cortados;

centopéias cabisbaixas, carcomidas;

comezinhas cotovias castradas...

Céu carrancudo, clarões contundentes...

contínua coloração cinzenta...

Continuávamos carentes,

cabeças cheias, consumidas,

cobras contraídas...

Conformados, cobrimo-nos

com curtas capas cediças.

Continuava, contudo, chovendo...

Continuávamos cativos, contíguos,

corações canalizados, cabeças ceifadas...

corpos coesos, cálidos, carentes...

Cansados, cedemos...

Caprichosa cilada: começou clarear !

Corações contentes, conchegados, confidentes...

corpos convulsionados, crispados,

contatos, carinhos, carícias candentes...

Coramos caras corajosas...

Contumaz chama crepitou,

colorido céu cavalgamos,

céleres centelhas cegaram-nos,

canoro clímax completou-nos !

Combalidos, contudo contentes,

caímos compensados, coniventes...

Claridade crescente !

Colimados corações cândidos,

convertidos, confortados, cúmplices...

Caminhamos compenetrados,

corações curiosamente cadenciados...

Corremos, cantamos, colhemos cravos...

Continuamos confiantes, confidentes,

comprometidos conscientes

com cada começo comovente...

 

 Com carinho

 

JoaquimRoberto         

 * : Poema original e menos extenso de J.C. Pecci  com acréscimos e adaptações, especialmente à Clarinha,  de Joaquim Roberto.

 

Obs.: Lá no Blog “Música & Letras” o grande AFONSO postou um texto escrito integralmente com palavras iniciadas por P, o que me inspirou a aproveitar o tema e o poema do Pecci para essa homenagem à minha idolatrada Tia CLARA, amolecendo seu Carinhoso Coração com a intenção de, antecipadamente, rogar perdão pela minha ausência na ’suruqueca’ Genérica (por motivo de força maior).

 



Escrito por Joaquim Roberto às 01h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Morreu hoje o trompetista Márcio Montarroyos

Considerado um dos maiores instrumentistas brasileiros, Márcio Montarroyos, iniciou seus estudos musicais pelo piano erudito, optando depois pelo trompete e pelo Jazz. Nos anos 70, estudou na famosa escola de jazz  "Berklee" , em Boston (Estados Unidos) , e em 73 participou da gravação da trilha sonora da novela "Carinhoso", interpretando a canção homônima. Lançou vários discos e acompanhou, em palco e/ou estúdio, artistas do cacife de Stevie Wonder, Tom Jobim, Sarah Vaughan, Milton Nascimento, Santana, Ella Fitzgerald, Sergio Mendes, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti, entre outros. Participou de discos de Roberto Carlos, Ney Matogrosso, Gabriel o Pensador, Cidade Negra, Caetano Veloso, Ivan Lins e Maria Bethânia. Márcio participou também da trilha sonora dos filmes “Orfeu” e “Luar Sobre Parador”.
 
Banda formada por :

Márcio Montarroyos - trompete
Leandro Braga - piano
Arthur Maia - baixo
Ricardo Silveira - guitarra
Cláudio Infante - bateria

 




Escrito por Mariô às 20h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Faz tempo!

Duelo

Depois desse filme crossroads ( assisti uma 5 vezes ) juntei uma grana para comprar uma harmônica e um bottleneck , nem preciso dizer que depois disso as coisas não foram mais as mesmas ...rs. Quando tiverem oportunidade assistam, trilha sonora e o enredo são de fazer assistir mais uma vez. Um detalhe da época, como a trilha sonora demorava para sair nas lojas, esse maluco levou um gravador para o cinema, chose de lok!

Aqui um pedacinho do filme, um duelo de guitarra em pleno inferno!



Escrito por Douglas Doug às 14h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Fita cassete!

Atenção Povo Genérico!

Em recentes escavações geológicas, foi encontrada uma fita cassete. Estudos mostram que o objeto data de 1987. Seu conteúdo é altamente impróprio para pessoas com nervos fracos.

A dupla que supostamente tentou gravar músicas nesta fita é desconhecida, portanto sugiro que os genéricos proponham um nome para esta dupla.

Exclusivo aqui no BG, a insólita gravação de uma canção de Pablo Milanés, Yolanda, extraída (na porrada!), dessa hedionda fita:

*Tirem as crianças da sala*

Fita_Yolanda.mp3

Para maiores informações e também para ouvir outra gravação da fita, clique no link abaixo:

Link abaixo

*Luís Couto é genérico, mas já fez muita merda na vida.



Escrito por Lcouto às 18h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Crônica de domingo

Um minuto

Ai minha santa Batilde!!!  Justo agora!! A semana inteira tranquilo e justo hoje essa diarréia! Será que foi aquele torresmo lá do bar do feinho? Não, acho que não. Pô, mas não é possível, que será que eu comi? Putz, bem no dia de realizar um sonho, essa ameça constante de enxovalhamento das calças. Tô até vendo, eles anunciando meu nome e eu ali com a calça toda enxovalhada, que vegonha! Mas a vida de artista é assim, respirar fundo, colocar um sorriso no rosto e fazer a platéia feliz. Será que o pessoal do BdL/BG veio?

Vou respirar fundo e tentar me acalmar, vai, respira, inspira, respira , inspira, isso. Pô! Mas que taquicardia é essa? Caramba, o resultado dos exames foram bons, será que é essa merda de cigarro? Só pode ser, no próximo ano eu paro, isso é fato!....eu acho. Tumtum, tum, tumtum, tum, tá meio descompassado, não vá me decepcionar hoje, tu é grande e forte, não vá me deixar na mão hoje! Será que o Afonso trouxe a filmadora?

E esse suor todo? Tô suando bicas, deixa eu checar o cêcê, tenho que disfarçar, será que alguém vai perceber?....humm, tá ok! Pô, e esse suor na minha testa, sorte que trouxe o lenço....mas como é quente aqui! Minhas mãos, caraca, minhas mãos como suam! Ai, ai, ai! Já pensou se na hora daquele ré com sétima na nona e se minha mão escorregar, tô frito! Putz, será que o Afonso carregou a bateria da filmadora? Será que a Mônica trouxe a máquina fotográfica?

E pensar que hoje vou realizar um sonho, subir no palco com meus ídolos, minhas influências, quem diria, o homem que escreveu todas aquelas músicas me chamando de parceiro, hoje eu tô feliz! Imagino o Laert anunciando:

- Com vocês Carlos Castelo e Luís Couto, Couto, Couto, Couto.....

- Couto! Ô parceiro! vamos que agora é nossa vez!!!

- Ô Castelo, vamos sim, vamos arrebentar!

Essa humilde crônica é em homenagem ao meu amigo e também futuro parceiro (ele não sabe ainda...hihihi) Luís Couto(Músico profissional desde 1985, Luís Couto se apresenta nas melhores casas de música ao vivo de São Paulo. O repertório é eclético dentro da MPB, desde a mais tradicional bossa-nova ao pop. Atualmente tem se dedicado a produzir sua obra autoral com canções líricas e outras de humor),  talentoso musico, colaborador do Genérico e gente boa. E também ao Língua de Trapo, não estou falando da banda, falo da família Língua de Trapo, que tanto nos ensinam, com sua humildade, generosidade, inteligência, humor e força de vontade.

Não importa o que aconteça, o importante é prosseguir o show. "A felicidade não está no objetivo alcançado, está no caminho percorrido"DD.

Double D é generico e voltou a acreditar nos sonhos, ouviu em um diálogo de filme: "Quando um sonhador encontra alguém que realmente acredita nos sonhos dele é capaz de realizar tudo"....ai meu Budha! cadê o meu lexotan?!?!?

 



Escrito por Douglas Doug às 08h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Conhecimentos Gerais

Teste seus conhecimentos!

 

1) Um grande presidente brasileiro foi Castelo _________
( ) Roxo ( ) Preto ( ) Branco ( ) Rosa choque ( ) Amarelo


2) Um líder chinês muito conhecido chamava-se Mao-Tsé______
( ) Tang ( ) Teng ( ) Ting ( ) Tong ( ) Tung


3) A principal avenida de Belo Horizonte chama-se Afonso_______
( ) Pelo ( ) Pentelho ( ) Penugem ( ) Pena ( ) Cabelo


4) O maior rio do Brasil chama-se Ama_________
( ) boates ( ) zonas ( ) cabarés ( ) relinho ( )ciante


5) Quem descobriu a rota marítima para as Índias foi __________
( ) Volta Redonda ( ) Fluminense ( ) Flamengo ( )Botafogo ( ) Vasco da Gama


6) A América foi descoberta por Cristóvão Co_______
( ) maminha ( ) picanha ( ) alcatra ( ) lombo ( ) carne de sol


7) Grande Bandeirante foi Borba _______
( ) Lebre ( ) Zebra ( ) Gato ( ) Veado ( ) Vaca


8) Quem escreveu ao Rei de Portugal sobre o descobrimento do Brasil foi Pero Vaz de ________
( ) Anda ( ) Para ( ) Corre ( ) Dispara ( )Caminha


9) Um famoso ministro de Portugal foi o Marques de _________

( ) Galinheiro ( ) Puteiro ( ) Curral ( ) Pombal ( ) Chiqueiro


10) D. Pedro popularizou-se quando __________
( ) eliminou a concorrência
( ) decretou sua falência
( ) saturou a paciência
( ) proclamou a independência
( ) liberou a flatulência


11) Pedro Alvares Cabral _____________
( ) inventou o fuzil ( ) engoliu o cantil ( ) descobriu o Brasil ( ) foi pra puta que pariu ( ) tropeçou mas não caiu

12) Foi no dia 13 de maio que a Princesa Isabel____________
( ) aumentou a tanajura ( ) botou água na fervura ( ) engoliu a dentadura ( ) segurou a coisa dura ( ) aboliu a escravatura


13) Um grande ator brasileiro é Francisco Cu______
( ) sujo ( ) de ferro ( ) oco ( ) largo ( ) apertado


14) O autor de Menino do Engenho foi José Lins do ______
( ) Fiofó ( ) Cu ( ) Rego ( ) Furico ( )Forevis


15) O mártir da independência foi Tira___________
( ) gosto ( ) cabaço ( ) que está doendo ( ) dentes ( ) e põe de novo


16) D. Pedro I. as margens do Rio Ipiranga, gritou_______________
( ) Hortência volte!
( ) Eu dou por esporte!
( ) Como dói, prefiro a morte!
( ) Independência ou morte!
( ) Maria, endureceu! Que sorte!

 



Escrito por Fernanda às 11h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




QUAL É A MÚSICA, MAESTRO?

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

A música é linda,   a letra também é !!

A cantora é ótima !!  E o pianista fantástico !!!

Perguntas:  quem está cantando?  qual o nome da música, e em que CD se encontra?  Autores ( letra e música).   Qual a fórmula do compasso???? rsrs    Se alguém souber o nome do pianista,   pode dizer também !!

Boa sorte a todos !

 



Escrito por Mariô às 13h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Jo-Go-Do

The king of embromation

- Pô bicthô! escutei uma música duca com o Raul, ao vivo, ele contou uma história sobre Elvis, rock'n'roll e um tal de Arthur "Big Boy" Crudup.

- Qual era a música, de qual disco?

- Num sei, num sei e num sei. Cê sabe que não curto Raul, mas essa música é duca!

- Como é? qual o ritmo? canta.

- Nana nana na na, nanana nana...mais ou menos isso.

- Acho que é em mi, continua.

-Mas eu não sei a letra!

- Canta qualquer coisa, ninguém vai entender mesmo....hahahaha

- Pódicrê!....hahaha

sog.mp3

 Esse diálogo é da década de 80, não existia internet, nem grana e para dizer a verdade eu não estava nem um pouco interessado em aprender a letra, anos mais tarde encontrei-a num encarte de disco e ri muito, que cara de pau! Escute aqui a versão original, lógicamente não ficou nem parecida, mas era muito divertido.



Escrito por Douglas Doug às 11h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Rádio Genérica

Estréia mundial no BG!

Radio_Generica_p1....

Luís Couto é genérico, mas quem quiser pode xingar.



Escrito por Lcouto às 16h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dia de festa

Ten Thousand Generic Hit's

Hoje é dia de festa, dia de 10.000 acessos, "17/08/2007 14:53" dia e horário do primeiro comentário feito por nosso querido JR, essa semana é realmente especial!

Nosso querido colaborador e amigo  Luís Couto vai realizar um sonho, subir no palco e tocar junto com o gran cappo Don Castelo e o Língua de Trapo, logo após o show provavelmente haverá uma reunião bedeliana/genérica em algum boteco de sampa, dia 16 domingo tem moqueca na casa da Tia Clara!

Os números (10.000) não querem dizer nada, mas a amizade, respeito, carinho, troca de informação que tem rolado no Blog Genérico é tudibão!!!

Obrigado pela amizade! que esse blog e essa amizade continuem fortes por muitos e muitos milhares de acessos!

Salam Aleikum!



Escrito por Douglas Doug às 09h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DD, aqui vai uma historinha antiga e manjada, mas muito boa (sobre a qual eu lhe falei num comentário ao seu último post):

 

Um colega de trabalho, bem casado, marido fiel, apaixonado e caseiro, com um filho pré-adolescente, contou que aconteceu com ele:

 

Acordou assustado, olhou para o lado e não viu a esposa na cama, olhou para o relógio que marcava 10;35h, deu um salto e um grito, pois seu expediente de trabalho começa às 9 h. O relógio não havia despertado. Sem entender porque a esposa não o chamara, tentou levantar. Caiu de volta na cama...  tonturas, a boca seca, um gosto horrível.  A dor de cabeça era imensa e o quarto girava ao seu redor.

 

De repente se deu conta de que era sábado, dia sem expediente. Concluiu que estava numa ressaca fenomenal. Com esforço lembrou que ao final do expediente da sexta-feira saiu com colegas do escritório para o happyhour, e que depois de horas, de tomar várias e já bastante alegre, acompanhou o grupo a um programa numa boate próxima. A partir daí não se lembrava de mais nada.

 

De repente bateu-lhe um sentimento de pavor. Ele nunca tinha feito isso, continuava sem lembrar de nada, como teria chegado em casa?, o que a esposa deveria estar pensando?...

Olhou para o lado e encontrou no criado-mudo um copo de água fresca e duas aspirinas, à sua frente sua roupa perfeitamente passada, a banheira cheia e pronta para um bom banho. Junto com os comprimidos um bilhete: “Querido, deixei seu café pronto e quente, fiz o bolo que você gosta e o jornal está na mesa. Fui ao mercado e volto logo, para fazer aquele macarrão especial que você adora. Amo você. Beijos.”

 

Ele desce e encontra a sala maravilhosamente arrumada, flores nos vasos, o lauto café à sua disposição.

Sem entender tudo aquilo (ora, afinal a esposa deveria estar uma fera), e ainda sem lembrar-se de nada, pergunta ao filho, que está no game:

- Filhão, diga aí, o que aconteceu ontem?

- Bem, pai... foi mal... mó vexame, véi... a mãe estava apavorada e sem notícias, você chegou às 4 horas da manhã, cantando marchinhas de carnaval, a gravata na testa feito um índio bobo, a camisa aberta até a cintura, o crachá ainda pendurado, completamente bêbado. Vomitou no tapete da sala, caiu e quebrou aquele abajur de estimação da mamãe e a derrubou quando o ajudava a subir a escada. Depois você abriu a porta e fez xixi no guarda-roupa e ainda ganhou esse olho roxo e um corte na testa quando escorregou no banheiro.

 

- Meu Deus, estou frito... mas..., não estou entendendo, filho. Por que então está tudo arrumadinho, tudo perfeito, o café, o bolo, as aspirinas, o bilhete amoroso da sua mãe...???!!!

- Seguinte, pai: a mamãe te arrastou do banheiro para a cama e quando estava tirando suas calças todas mijadas, você resistiu e disse: “Não faça isso não moça, eu sou casado...”.

 

JoaquimRoberto

Um  Genérico com bastante conteúdo, inclusive etílico.

“Se vai dirigir, não beba!  Se vai beber, me chama!”

 



Escrito por Joaquim Roberto às 00h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Surpresa!

Buemba!!!! Atenção Genéricos!

- Ir a um show do Língua é MUITO BOM;

- Ir a um show do Língua e ter uma composição sua no repertório deste show é UMA GRANDE HONRA;

- Agora, ir a um show do Língua, ter uma composição sua no repertório e ainda tocá-la com os caras no palco é DO CARALHO!

É isso mesmo!

Nesta sexta-feira, 7/12, às 21h no ESPAÇO PARLAPATÕES, a dupra mardita CARLOS CASTELO e LUÍS COUTO faz uma participação especial e exclusiva no show do Língua de Trapo.

Luís Couto é genérico e ganhou um presentão de fim de ano.



Escrito por Lcouto às 15h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Crônica de domingo

Confraternização

Final de ano, graças ao bom Deus! Esse ano foi estressante, cobranças no trabalho, em casa, até de mim mesmo. Cobranças, cobranças e mais cobranças. Pô! Dá um tempo! Meu patrão cobrando resultados, números, êxito, afinal de contas, após quase 20 anos na empresa eu já era da "família", em pensar que aceitei o emprego acreditando que estava fazendo parte de algo inovador, hoje com mais de 200 funcionários, filiais em todo o Brasil e até no exterior, percebo que nada mudou e o inovador era apenas uma doce ilusão! O jeans surrado, camiseta e os cabelos compridos e desgrenhados foram trocados por terno, gravata e gel, que diferença!

Em casa, as coisas também mudaram, a gatucha de outrora tornou-se dona Tereza, manhê, Têzinha. Outro dia depois de uma discussão (lógico que os meninos não estavam em casa) ela disse: -Nunca mais me chame de gatucha!!! eu odeio quando me chama assim!!! Pô, depois de 25 anos juntos, ela me fala uma coisa dessas, eu não mereço. Aliás quando estamos a sós, tem sido apenas discussões, a terapeuta disse que não é bom discutir na frente dos meninos. E por incrível que pareça, ela cisma em "discutir a relação" quando estou lendo o meu Bukowski( a cada dia que passa, convenço-me que ele estava certo, só tomando todas! ) ou assistindo um filme que eu escolhi ( coisa rara ), é, porque com o futebol e a música eu tive que parar. - Você é um homem casado, tem que passar seu tempo livre comigo! Era assim que ela falava e eu acatei, era isso ou greve de sexo. No começo as discussões eram cheias de argumento, educação e dependendo do desfecho, uma delicosa noite de sexo selvagem, como era bom! Agora é apenas uma troca de agressões verbais, começando em chata, careta(será que alguém usa esse termo ainda),manipuladora  e terminado em vaca castradora, biscate de meia-idade. No meu caso ( ela é cruel e sabe usar as palavras), porco, idiota, pica-mole, pistolinha, bosta, banana( essa eu odeio, lembro da minha mãe, chamando meu pai de banana). Mesmo assim, eu não consigo viver sem ela, sou louco por ela, apaixonado por ela, com todas essas dicussões e a convivência, ela ainda é a mulher que eu sempre sonhei e são aqueles olhos que eu quero olhar no meu último segundo de vida ( nossa, se ela pudesse ler meu pensamento agora iria ficar insuportávelmente metida...rs ).

Os meninos são maravilhosos, mas estão em uma fase difícil, o mais velho com 20 anos está na faculdade e faz uns "freelas", afinal de contas nós somos da classe média (isso existe?) e já está na hora dele começar a ganhar o próprio dinheiro, nos horários vagos fica trancado no quarto transando com a namorada, que já ganhou até uma gaveta e uma escova de dentes. Eu acho legal, o problema é a Tereza falando: - Essa putinha não tem casa? cadê os pais dela?  Como se ela nunca tivesse transado (e como!!!) comigo quando namorávamos, chega a  ser patético esse ciúmes maternal.

O mais novo, esse é um problema, muito parecido comigo, outro dia a Tereza falou: - Acho que o Rafinha está fumando maconha, estou preocupada com ele! Sabendo que meus filhos tem uma ótima formação ( graças a Deus!....e a mãe deles) resolvi relevar e respondi: -Você? preocupada? esqueceu o que faziamos na casa de praia dos seus pais? Esqueceu da Tereza fumacinha? Aliás, esse remédio que você está tomando para emagrecer é anfetamina né? ela apenas respondeu: - É acho que é fase mesmo.... E saiu com um sorriso no canto da boca. Outro dia estavamos olhando algumas fotos da minha juventude e ele disse: -Pô paiê! cê "era" mó doidão! será que quando eu ficar velho vou ser assim também? respondi com uma pergunta: - Assim como?  ele: - Assim, meio bundão, tipo tiozinho de terno e gravata? o silêncio foi a melhor resposta.

Mas agora, meu pensamento estava na confraternização, hoje eu vou me esbaldar, tomar todas, voltarei de táxi, objetivo alcançado, sensação de liberdade, mesmo sabendo que o próximo ano será a mesma coisa, hoje eu vou me acabar. Já no pub, sem o terno e gravata senti a animação do pessoal.

 -Nossa o senhor está um gato de camisa e jeans! Minha face enrubreceu-se mais ainda depois do comentário, do olhar e do sorriso sacana da estágiaria lançado em minha direção. A trilha sonora não podia ser melhor, só músicas dos anos 70, já estava meio "alto" quando o "patrão", que sabe da minha paixão por música disse-me: - Hoje você vai tocar com a banda, é meu presente de fim de ano para você! Relutei, dizendo que não estava preparado, coisas do genêro, mas na verdade estava louco para poder exorcizar meus demônios ali, naquele palco, perante todos os colegas de trabalho.

Eu já estava "legal" quando ouvi meu nome, o espanto pareceu ser geral, será que mudei tanto assim? Um dos rapazes da banda( com a mesma idade do meu filho mais velho) perguntou-me qual música que eu gostaria de tocar, senti a preocupação dele( deve ter pensado, esse tiozinho está bêbado) já que eles tocavam música setentista, disse sem titubear: - Purple haze!  Ele fez o sinal positivo com a cabeça avisou o restante da trupe, nos primeiros acordes senti o introsamento e pensei, hoje eu exorcizo todos esses demônios. A visão do palco fez-me perceber o peso dos anos, a expressão de espanto no rosto dos colegas deixou-me um pouco timído, mas a sede de sentir-se livre era maior, então invoquei Hendrix e deixei rolar, a cada nota eu tentava enviar uma mensagem aos presentes : EU NÃO SOU O HOMEM CARRANCUDO QUE VOCÊS PENSAM QUE SOU!!! No solo, entre bends e vibratos, pude ouvir alguns aplausos, resolvi ousar e ajoelhei-me, deixei o som tomar conta do meu corpo, os rapazes da banda estavam entusiasmados e alongaram o tempo do solo, sorvi a energia de cada milésimo de segundo como se fosse um elixir da juventude, no final os aplausos e pedidos de "mais um", o olhar da estágiaria estava mais sacana ainda ( ai meu Deus!!! ) um copo de whisky chegou as minhas mãos e rock'n'roll all night! Na despedida sorrisos, elogios e o convite dos musicos da banda para mais uma jam. A estágiaria percebendo meu estado (etílico) prontificou-se a chamar o táxi, como retribuição ofereci uma carona, que foi aceita imediatamente, dentro do carro ela disse: - O Senhor.. retruquei: - Senhor não!!! Hoje é você! Timidamente ela disse: - Nossa, você estava tão diferente hoje! Olhou-me nos olhos e me tascou um beijo, daqueles deliciosamente molhados e irrecusáveis. Minha vida passou como um filme, em segundos e minha mente rodava. Nossas bocas ainda estavam juntas quando, a imagem de Tereza veio a tona, o táxi parou em frente ao prédio dela, o convite para subir foi recusado junto com uma explicação. Rumo à minha casa ouvi um comentário do motorista: - Para recusar um mulherão daqueles tem que amar muito a esposa. Fiz-me de morto e não respondi, chegando em casa não aguentei subir as escadas e desabei no sofá, o cansaço era diferente, parecia ser o cansaço de final de ciclo, de missão cumprida, desmaiei. Pela manhã acordo com Tereza falando pelos cotovelos, disparando a metralhadora verbal à queima-roupa, sem entender o que ela falava, eu apenas olhava, mas consegui dizer:

- Eu te amo!

Double D é Genérico e viaja nas imagens!



Escrito por Douglas Doug às 02h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Peço licença aos demais Genéricos objetivando usar este espaço privilegiado para fazer uma simplória, porém sincera e carinhosa, homenagem ao nosso querido amigo ZÉGeral, que é, desde ontem, o mais recente PAI FRESCO do pedaço. O novo cantor do Sarau do ZéGeraL, já batizado com o nome artístico de 'Zé Vitor', chegou deixando o papai babão e a mãe (Val) muito felizes.

PARABÉNS ZÉGeral por mais essa linda 'composição'!

JoaquimRoberto



Escrito por Joaquim Roberto às 01h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Temos mais uma imagem inédita lá no FOTOBLOG GENÉRICO.

Dê uma olhadela, é só clicar no endereço aí, ó:

http://blogenerico.nafoto.net/



Escrito por Joaquim Roberto às 23h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Outros sites
      Blog do Língua
      Rádio Matraca
      Músicas & Letras
      Castel-O-Rama
      Blog do Pituco
      RÁDIORIàTOA
      Folha de cima
      GUCA
      TV Genérica
      Loja da GORDA
      Fotoblog Genérico
      Felix Cidade
      Troca-troca Genérico
      filial 1
      Orkut Genérico
      Blog da Fran
      Danddelion
      Repiquete no Meio do Mundo
      Gatoca
      TV Genérica2
      Poema do dia
      YouTubeGenéricO
      Giovana Manzoli
      Quintal do Claudio
      Chat & TV GeNérica 3
      Studio Kyll
      Contos Relâmpagos
      Néle Azevedo
      Blog da Laila - Cultura e Prosa
      Nasrudin
      Vi e/ou Vi
    Votação
      Dê uma nota para meu blog